Acesse também

» Artigos

Apego entre mãe e filho

A mãe é uma figura importante de apego na vida da criança. Sabemos que para sobreviver, o bebê precisa de alguém que cuide dele e sobretudo transmita segurança através das interações iniciais.
Desde o nascimento e ao longo do primeiro ano de vida, a mãe é quem vai ao encontro das necessidades da criança, através de comportamentos que acolhem, envolvem, gratificam, protegem. Inicialmente é através do contato físico e da voz da mãe que se estabelecem vínculos de segurança e o bem estar psíquico da criança.
O apego mãe e filho é um vínculo recíproco que se forma nos primeiros três anos. Os bebês conquistam os adultos com expressões faciais e corporais, sorrisos, choro, olhares. A ativação do comportamento dos pais está ligada aos sentimentos vivenciados quando se está em contato com o bebê. Conseguir fazer um bebê sorrir, consolá-lo, obter sua atenção proporciona prazer e satisfação aos pais.
É importante considerar a própria capacidade do bebê para acomodar-se nos braços da mãe. Uma boa disposição do bebê em relaxar indica sua confiança e a disponibilidade para receber afeto.
Portanto, a criança tem um papel ativo na formação do vínculo de apego. Os pais tem a necessidade de sentirem-se confirmados com relação a capacidade de cuidadores e tranquilizados por serem aceitos e amados.
Um apego bem desenvolvido dá segurança e tem efeitos positivos, físicos e emocionais, tanto imediatos quanto a longo prazo, ajudando a criança a observar o meio e tomar iniciativas que incentivam o desenvolvimento do pensamento, facilitam a socialização, o desenvolvimento da linguagem, favorecem a formação da identidade,e estimulam o desenvolvimento de relações afetivas saudáveis futuramente.
A influência materna sobre a criança é forte. A mãe dedicada e flexível desde o nascimento do bebê, que gosta de sua companhia e compreende suas necessidades de crescimento, representa uma vantagem no processo de estruturação psíquica da criança.
Texto elaborado a partir da leitura do artigo “Dinâmicas do Apego” (Revista A Mente do Bebê)
Patrícia Dalla Corte Magagnin
Psicóloga – CRP 07/16117

Outras informações desta seção:
Site desenvolvido pela msmidia.com